15 março 2011 ~ 3.336 Comments

Currículo na Internet pode ter mais de um objetivo profissional

Montar um currículo sempre foi uma dúvida para muitos. Com o avanço da Internet como fonte para buscar uma recolocação, surge mais uma pergunta: o currículo impresso é diferente do online?

Se o currículo tradicional deve ser sucinto e com, no máximo, duas páginas, o currículo na Internet é diferente. Desde que as informações sejam pertinentes, relevantes e relacionadas com o objetivo profissional, o candidato pode colocar mais informações do que colocaria no currículo impresso. Isso o ajuda a ser mais facilmente encontrado pelas empresas durante suas pesquisas.

Dentro de um sistema online, o selecionador conta com a ajuda do computador para encontrar um currículo e, por esse motivo, ele pode estar mais extenso do que o tradicional. Quanto mais completo ele estiver, com todas as informações de sua carreira, habilidades, cursos e assim por diante, maior será a probabilidade de o currículo constar nos resultados das buscas.

Por este motivo, é importante também ter não apenas um objetivo profissional no currículo, como acontece no impresso, mas incluir todos os cargos similares ou relacionados. Assim, as chances aumentam. Vejamos como exemplo: Secretária Executiva Bilíngue, Secretária Executiva e Secretária Bilíngue.

As empresas buscam candidatos por nomes diferentes, que muitas vezes dizem respeito à mesma função. Nestes casos, nos sistemas mais avançados, o currículo só constará no resultado da pesquisa se a empresa buscou um cargo exatamente com o mesmo nome no objetivo profissional.

No entanto, não se deve colocar cargos díspares, referentes a funções diferentes. Quem está disposto a fazer qualquer coisa transmite a sensação de que não faz nada bem feito.